Prisco é acusado por ex-diretores da Aspra de praticar crime de caixa 2

OUTRAS NOTICIAS, 13 de Jan de 2018 - Vista 14 vezes.

O deputado estadual Marco Prisco nega as acusações dos ex-colegas da Aspra, atribui as denúncias ao ano eleitoral e afirma que os acusadores terão que apresentar provas do que dizem aos órgãos de investigação.

Twitter: @ItapebiAcontece

Imagem: Reprodução


As denúncias contra a Associação dos Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra), comandada na Bahia desde a fundação em 2009 pelo deputado estadual Marco Prisco (PPS), vão muito além da suposta ausência de prestação de contas e falta de transparência na gestão da entidade. As suspeitas de fraudes nas eleições da associação renderam uma ação civil pública movida pelo Ministério Público (MP) contra Prisco e dois diretores no início deste ano. Entretanto, há investigação em curso na promotoria, assim como há um inquérito em andamento também no Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), órgão da Polícia Civil da Bahia, para apurar suposto crime de lavagem de dinheiro peculato e associação criminosa.
 

O BNews teve acesso com exclusividade a trechos do inquérito existente no Draco. Os documentos obtidos por meio da Lei de Acesso à Informação mostram relatos de ex-diretores da Aspra que já foram ouvidos pelos investigadores. Apesar das suspeitas de que havia desvio de dinheiro na associação de policiais para campanhas do deputado Prisco, os depoimentos de ao menos três dirigentes citam repasses de dinheiro via caixa dois para interesses eleitorais do coordenador originadas de pessoas externas ao grupo.

Em seu depoimento, Mário Carneiro Laranjeira Filho, um dos fundadores da Aspra ao lado de Prisco, diz que presenciou o deputado, à época vereador de Salvador, e demais diretores da associação romperem um acordo com o Major Tadeu, que pretendia disputar uma vaga na Câmara dos Deputados. No entanto, com o rompimento do acordo, segundo o ex-diretor, a Aspra passou a apoiar a candidatura de Bebeto Galvão, que é do mesmo partido de Major Tadeu, o PSB. Laranjeira Filho conta ainda que Bebeto Galvão teria pago aproximadamente R$ 800 mil a Prisco pelo apoio da corporação. Parte do dinheiro, continuou o ex-diretor, era repassado para a campanha de Josafá Ramos, que teria sido criada para “dissimular o apoio a Bebeto Galvão e prejudicar a campanha de Major Tadeu”. 
 

O ex-diretor Jorge Luís Costa, por sua vez, conta que esteve pessoalmente com Prisco na sede do Sindicato do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Salvador (Setps), hoje denominado Integra. Lá, “Prisco entrou sozinho de mãos vazias e saiu cinco minutos depois com uma sacola tipo ecológica com o dinheiro”. Costa relata que esteve no endereço com o deputado para pegar dinheiro apenas uma vez e não soube informar aos investigadores se o coordenador da Aspra esteve no local outras vezes para pegar outras quantias. Entretanto, o ex-dirigente ressaltou que antes da busca do dinheiro, esteve no sindicato duas vezes, ocasiões em que foi informado por Prisco que estava negociando doações para a campanha.
 

Sem entrar em maiores detalhes, o ex-diretor Marcos Paulo Santos de Souza também falou sobre repasses de recursos de terceiros ao deputado Prisco. Souza disse, em seu depoimento, que ouviu falar que a campanha “foi financiada” por Bebeto Galvão, João Gualberto, Major Tadeu e até o sindicato da Guarda Municipal. 
 

A reportagem consultou a prestação de contas do deputado Soldado Prisco no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e não localizou doações oriundas das pessoas e entidades citadas pelos ex-diretores. O extrato da campanha do parlamentar aponta que sua eleição teve uma receita de R$ 84.195,00.

 

O outro lado

 

O deputado estadual Marco Prisco nega as acusações dos ex-colegas da Aspra, atribui as denúncias ao ano eleitoral e afirma que os acusadores terão que apresentar provas do que dizem aos órgãos de investigação. “Esse processo tem dois anos e meio. Delação sem a prova, eles podem falar o que quiserem, é um problema deles. Depois eles vão ter que provar isso, porque vai ter o revés. A quem acusa, cabe o ônus da prova”, disse o parlamentar ao BNews.
 

Prisco diz que não está preocupado com as denúncias de irregularidades em sua campanha e na associação em que tem poderes desde a fundação. “Estou tranquilo, porque o que foi pedido, já foi entregue. Aliás, sequer pedido foi, foi entregue sem pedido, voluntariamente. Inclusive, foi oficializado, não foi entregue de boca. Foram entregues através de ofício: sigilo telefônico, conta bancária, tudo, sem pedir nada”, diz Prisco, fazendo referência às acusações que enfrenta de falsidade ideológica nas eleições da direção da entidade.
 

Questionado se teve apoio dos políticos e sindicatos citados pelos ex-diretores, Prisco se limitou a dizer que todo seu apoio está declarado na prestação de contas. “Se eles estão dizendo que tem [caixa 2], que provem”, reiterou. 
 

“A gente entende o que é isso aí. Está muito bem claro qual é esse jogo aí. Mas estou tranquilo. Vamos esperar o revés da história”, pondera, para dizer que a revanche contra seus acusadores já está a caminho: “Essas pessoas (ex-diretores) estão sendo processadas por isso mesmo (acusação sem provas). Inclusive, esse processo está andando muito mais adiantado do que o deles lá, porque não provaram nada. No processo meu contra eles, estão usando de todos os subterfúgios, diferentemente de mim, que apresentei tudo. Eles estão usando de todos os subterfúgios, não compareceram à sessão, colocaram atestado médico, entraram com recursos dizendo que a Vara não era competente. Se falou, porque não encara na frente do juiz?”.
 

“É ano eleitoral, vai aparecer muito mais. Isso tem dois anos e meio. Porque não apareceu no ano passado? Vai aparecer muito mais, tem problema não”, minimizou Prisco.
 

A reportagem procurou o Integra, mas foi informada por meio da assessoria de imprensa que a direção não tem interesse em se manifestar sobre o assunto. O deputado Bebeto Galvão não foi localizado. Sua assessoria de comunicação informou que o parlamentar estava em viagem na tarde desta sexta-feira (12) e que retornaria aos contatos, mas não houve retorno até o fim da manhã deste sábado (13).



Por Bocão News


 

Compartilhar

COMENTÁRIOS

Nenhum registro encontrado.




*Nota: O depoimento e comentário aqui postados são de inteira responsabilidade dos emitentes. Cabendo ainda os responsáveis pelo Site Itapebiacontece moderar as postagens.*

NOTÍCIAS

STJ autoriza posse de Cristiane Brasil no Ministério do Trabalho

A decisão vai de acordo com o pedido da Advocacia Geral da União (AGU); no recurso, a AGU contestou a tese de que a nomeação da deputada contraria o princípio da...

BRASIL, 20 de Jan de 2018

Mulher "dá à luz" 10 dias após a própria morte; entenda o fenômeno

Bebê foi encontrado no caixão ao lado da mãe

MUNDO, 20 de Jan de 2018

Equipamentos de som de Caetano Veloso são recuperados pela Polícia na Bahia

Materiais foram recuperados na madrugada deste sábado (20). Bandidos chegaram a trocar tiros com a polícia.

REGIÃO, 20 de Jan de 2018

Resultado provisório do concurso para soldado da PM é divulgado no Diário Oficial

Resultado está disponível no Diário Oficial do Estado deste sábado (30).

BAHIA, 20 de Jan de 2018

O Brasil estaria preparado para uma epidemia de febre amarela?

Filas dobrando o quarteirão. Pessoas dormindo nas calçadas e uma espera de até 15 horas para tomar uma dose da vacina contra a febre amarela em São Paulo. O Estado vive...

BRASIL, 20 de Jan de 2018

Prefeitos cobram R$ 2 bi prometidos pelo governo federal: 'Rasteira que nos deram

De acordo com a CNM (Confederação Nacional de Municípios), houve resistência da equipe econômica em liberar os recursos sem a indicação de contrapartida do lado das...

BRASIL, 19 de Jan de 2018

Collor anuncia em rádio que concorrerá à Presidência neste ano

Senador é pré-candidato pelo PTC; ele disse ter "vantagem" em relação aos concorrentes por já ter governado o país.

BRASIL, 19 de Jan de 2018

JÂNIO NATAL PEDE PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA EM RODOVIAS DO INTERIOR

Justificando a proposição, o parlamentar observa que a obra é um dos maiores sonhos das populações de Capela do Alto Alegre e Pintada. Foto: Arnaldo Alves

POLÍTICA, 19 de Jan de 2018

Porto Seguro: ‘Paulista’ morre em troca de tiros; armas e drogas apreendidas

Na casa onde estavam os bandidos, perto da BA-001, foram apreendidos quase um quilo de maconha, 56 pinos de cocaína, além de uma pistola ponto40, um revólver 38 e um...

POLÍCIA, 19 de Jan de 2018

Confira o edital do concurso da Polícia Civil da Bahia

A remuneração inicial para os delegados, com regime de trabalho de 40 horas semanais, atingirá o valor de R$ 11.389,96. Já os investigadores e escrivães terão...

POLÍCIA, 19 de Jan de 2018

FALE CONOSCO

WhatsApp: (73) 8171-4770 Tel:(73) 8879-9975

Sem enquetes cadastradas

VÍDEOS

CANÔA SUISSA II
POSTADO: 09-12-2013 12:12

NOTAS SOCIAIS

  • DADOS DO MUNICÍPIO DE ITAPEBI

    Fundação 14 de agosto de 1958 (58 anos)- Gentílico- itapebiense Prefeito- Juarez da Silva Oliveira(Peba) (PP) (2017–2020)- Vice-prefeito – Claudio Henrique Ferreira de Carvalho (PR)- Câmara de Vereadores (09) - Herlemilson Caldas Pereira (PDT), Cleide Moreira do Nascimento (PTN), Cristiano Pereira da Silva (PRTB), Damiao Teixeira Silva (PRTB), Roberley Barbosa de Brito (PSL), Leonardo Ribeiro dos Santos (PSB), Paulo Henrique...


    Ver todas as notas
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • ...
  • 965