Lei Eleitoral restringe atos do poder público a partir de hoje

BRASIL, 07 de Jul de 2018 - Vista 31 vezes.

Descumprimento da medida pode levar a multa e até cassação do registro do candidato

Twitter: @ItapebiAcontece

Imagem: Reprodução




A transferência voluntária de recursos da União para os estados e municípios, bem como dos governos estaduais aos municipais, está proibida a partir deste sábado (7), devido às eleições de outubro. Essa é uma das condutas vedadas pela Lei Eleitoral três meses antes do pleito, visando evitar que atos do poder público afetem a igualdade de oportunidades entre os diversos candidatos. O descumprimento das proibições pode levar desde a anulação do ato, passando por multa para o agente público responsável pela iniciativa até a cassação do registro ou do diploma do candidato beneficiado.

Segundo o assessor da Presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Sérgio Ricardo dos Santos, a legislação proíbe atos que possam influenciar o pleito, desequilibrando a disputa eleitoral. "Essa previsão visa trazer equilíbrio à eleição, ainda mais no cenário em vivemos em que é possível a reeleição. Quem tem a caneta na mão, no caso o governante, poderia eventualmente explorar aquele ato de uma forma não ortodoxa, incluindo aspectos que possam favorecer possíveis candidatos", argumentou. "A promoção do equilíbrio da disputa é fundamental para a garantia da democracia", completou.
 

Conforme dados do Portal da Transparência, neste ano, a União transferiu R$ 157,7 bilhões, o que representa 11,5% dos gastos públicos. Desse total, R$ 107,3 bilhões são repasses obrigatórios (constitucionais e royalties). Os demais R$ 50,5 bilhões são transferências voluntárias.

A Lei Eleitoral abre exceção para o repasse voluntário de recursos decorrentes de convênios assinados anteriormente, para a realização de obras ou serviços em andamento e com cronograma pré-fixado, além da liberação de verbas para atender situações de emergência e calamidade pública. 
 

Uma das ações vedadas mais recorrentes na Justiça Eleitoral é a propaganda institucional. Neste período é proibida a veiculação da propaganda institucional de órgãos públicos. Ou seja, a publicidade dos atos do governo terá caráter exclusivamente educativo, informativo ou de orientação social, sem nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção de autoridades. Pode ser veiculada também publicidade de produtos e serviços que disputem mercado. Por exemplo, do Banco do Brasil.
 

As campanhas de utilidade pública, como os anúncios de vacinação, são permitidas desde que submetidas à deliberação da Justiça Eleitoral. "É avaliado se existe gravidade de fato e urgência que indique a necessidade de o poder público fazer uso da mídia", explicou Santos. Neste período também não pode haver pronunciamentos em rede de rádio e televisão, exceto em casos de urgência autorizados pela Justiça Eleitoral.
 

A Lei Eleitoral proíbe ainda nomear, contratar, admitir, demitir sem justa causa, tirar vantagens funcionais, impedir o exercício profissional, transferir, remover ou exonerar servidor público até a posse dos eleitos. Nesse caso também há exceções: são permitidas nomeações e exonerações de cargos de confiança, nomeações para cargos do Poder Judiciário, do Ministério Público, dos tribunais ou conselhos de contas e dos órgãos da Presidência da República, bem como de aprovados em concurso públicos homologados até este sábado.
 

A partir de hoje, o poder público não pode contratar shows pagos com dinheiro público para inaugurações de obras, bem como os candidatos não devem participar desses eventos. Em ano eleitoral é proibida a distribuição gratuita de bens, valores ou benefícios pela administração pública, exceto nos casos de calamidade pública, de estado de emergência ou de programas sociais autorizados em lei e já em execução orçamentária no exercício anterior. Os programas sociais não poderão ser executados por entidade nominalmente vinculada a candidato ou por ele mantida.


ItapebiAcontece com informações da Agência Brasil.

Compartilhar

COMENTÁRIOS

Nenhum registro encontrado.




*Nota: O depoimento e comentário aqui postados são de inteira responsabilidade dos emitentes. Cabendo ainda os responsáveis pelo Site Itapebiacontece moderar as postagens.*

NOTÍCIAS

Bahia emite alerta sobre aumento de 301% nos casos de Dengue em 2019

A Sesab informa que foram distribuídos 7.400 kits para serem utilizados pelos agentes de controle de endemias dos 417 municípios.

BAHIA, 23 de Fev de 2019

Venezuela: Confronto a 80 km da fronteira com Brasil deixa 2 mortos

Indígenas que faziam barricada para garantir entrada de ajuda humanitária vinda do Brasil foram alvo de ação do Exército Venezuelano; há 22 feridos

MUNDO, 22 de Fev de 2019

Ex-diretor da Embasa Jessé Motta é o novo superintendente da Sucop em Salvador

Além da experiência na Empresa Baiana de Águas e Saneamento, Jessé Filho tem passagem pela Conder e pela Companhia de Saneamento de Alagoas.

SALVADOR, 22 de Fev de 2019

Comentaristas debatem risco de rebaixamento do Palmeiras por presença de Del Nero

Banido pela Fifa de atividades relacionadas ao futebol, ex-presidente da CBF é conselheiro vitalício do clube, que, segundo jornal "O Estado de S.Paulo",...

ESPORTES, 21 de Fev de 2019

Maduro envia tanques para cidade próxima ao Brasil, diz opositor

Escalada na tensão acontece depois de o governo brasileiro anunciar força-tarefa para enviar ajuda dos EUA para solo venezuelano. Tanques venezuelanos em Santa Elena do...

MUNDO, 21 de Fev de 2019

Deputados duelam pelas barragens. Querem elas para navegar, é claro

As comissões têm cargos preenchidos nos arranjos políticos. Vão ter que abrir espaço. (Foto: Ilustrativa - Arnaldo Alves / ItapebiAcontece)

BAHIA, 21 de Fev de 2019

Centrão ameaça e diz que reforma não avança sem diálogo com o Planalto

Parlamentares estão insatisfeitos com a articulação política do governo Bolsonaro

BRASIL, 21 de Fev de 2019

MP e Defensoria pedem interdição de CT e bloqueio de R$ 57 mi do Fla

Dez jovens morreram em um incêndio que atingiu o Ninho do Urubu no último dia 8 de fevereiro

TRAGÉDIA, 21 de Fev de 2019

ITAPEBI: Divulgado Resultado Parcial Processo Seletivo 001/2019

Desta forma, segue abaixo as relações dos aprovados em ampla concorrência separados por cargo preterido

ITAPEBI, 21 de Fev de 2019

Fernanda Montenegro passa mal em gravação e está internada

Atriz estava em Jaguari, no Rio Grande do Sul, gravando 'A dona do pedaço'

FAMOSOS, 20 de Fev de 2019

FALE CONOSCO

WhatsApp: (73) 8171-4770 Tel:(73) 8879-9975

Sem enquetes cadastradas

VÍDEOS

CANÔA SUISSA II
POSTADO: 09-12-2013 12:12

NOTAS SOCIAIS

  • DADOS DO MUNICÍPIO DE ITAPEBI

    Fundação 14 de agosto de 1958 (60 anos)- Gentílico- itapebiense Prefeito- Juarez da Silva Oliveira(Peba) (PP) (2017–2020)- Vice-prefeito; Claudio Henrique Ferreira de Carvalho (PR)- Câmara de Vereadores (09) - Herlemilson Caldas Pereira (PDT), Cleide Moreira do Nascimento (PTN), Cristiano Pereira da Silva (PRTB), Damiao Teixeira Silva (PRTB), Roberley Barbosa de Brito (PSL), Leonardo Ribeiro dos Santos (PSB), Paulo Henrique...


    Ver todas as notas
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • ...
  • 1112