País tem ao menos 25 barragens com estrutura danificada e risco de ruptura

OUTRAS NOTICIAS, 10 de Out de 2017 - Vista 28 vezes.

Ao menos 25 barragens espalhadas por oito Estado brasileiros estão com estrutura comprometida e precisam de reparos para evitar danos em possíveis acidentes.

Twitter: @ItapebiAcontece


O diagnóstico faz parte do Relatório de Segurança de Barragens 2016 da ANA (Agência Nacional de Águas), obtido pela Folha. Esse é o primeiro relatório feito após o desastre da barragem da Samarco, em Mariana (MG), que resultou no maior desastre ambiental do país e deixou 19 mortos em Mariana (MG).

Para identificar as barragens com problemas, a ANA ouviu 43 órgãos de fiscalização estaduais e federais. Destes, nove responderam e apontaram 25 barramentos com danos estruturais que afetam a segurança.
 
"Obviamente que é um número subdimensionado. Há barragens que não foram alvo de uma análise crítica feita diretamente pelo fiscal, que muitas vezes contradiz as informações dadas pelo empreendedor da barragem", afirma Alan Vaz Lopes, superintendente-adjunto de fiscalização da agência de águas.
 
Das 25 barragens, 16 são públicas e 9 privadas, sendo a maioria ligada ao agronegócio. Nenhuma delas tem relação com mineração ou geração de energia. Em Alagoas, por exemplo, são sete em usinas de açúcar e álcool que estão comprometidas.
 
A Usina Seresta, em Teotônio Viela (AL), tem quatro barragens com vertedores insuficientes, que carecem de ampliação. O vertedor é a estrutura da barragem projetada para a água escoar em caso de uma cheia extraordinária.
 
Já a barragem de Canoas, na Usina Santa Clotide, em Rio Largo (AL), possui problemas de erosão no vertedor com chance de rompimento. A recuperação foi estimada em R$ 400 mil.
 
Entre as barragens públicas, a maioria é de reservatórios de água ou açudes –sendo a maior parte no Ceará, onde os órgãos de fiscalização apontaram nove com estrutura comprometida. Destas, sete são geridas pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos, responsável pela gestão da água bruta no Estado.
 
Em nota, o órgão informou que os problemas de cinco barragens já foram solucionados com investimentos de R$ 420 mil e que as obras para as de Tijuquinha e Cupim estão em fase de licitação.
 
A barragem no Ceará que mais precisa de reparos, contudo, pertence à Prefeitura de Potangi. A estrutura de Pau Preto possui erosões, afundamentos, buracos, árvores em meio aos canais de aproximação e restituição. O custo da recuperação foi estimado em R$ 496 mil –é o maior valor entre as 25 barragens com problemas estruturais.
 
Procurada, a Usina Santa Clotilde não se pronunciou. A Folha não conseguiu contato com a Usina Seresta e com a Prefeitura de Potangi.

FISCALIZAÇÃO
 
Imagem: Reprodução




Essas 25 barragens sob-risco são apenas uma pequena fatia dos barramentos do país. Segundo o relatório da ANA, há ao menos 22.920 barragens localizadas por imagens de satélite no país. Mas órgãos fiscalizadores não têm informações suficientes sobre 18.593 delas, para que sejam incluídas na lei de 2010 que estabelece a Política Nacional de Segurança de Barragens.
 
A lei vale para barragens com altura maior ou igual a 15 metros, que têm capacidade igual ou maior a três milhões de metros cúbicos e que possuem reservatório com resíduos perigosos ou têm dano potencial médio ou alto.
 
A legislação recente sobre a segurança de barragens aliada à falta de estrutura e orçamento dos órgãos de fiscalização resultam num cenário de desconhecimento.
 
Em muitos casos, nem sequer o responsável legal pela barragem é identificado.
 
Segundo a lei, os agentes privados ou públicos com direito sobre as terras onde está à barragem são os responsáveis pela segurança. Desta forma, somente em 3.174 barragens é possível aplicar os instrumentos legais e garantir a completa fiscalização.
 
"É um processo que não é simples, mas estamos numa curva ascendente. A cada ano aumentamos o número de barragens identificadas", diz Fernanda de Aquino, coordenadora de regulação de segurança de barragens da ANA.
 
Apesar de engatinhar, a lei de segurança de barragens é vista como marco na regulamentação do setor. Um marco legal que ganhou impulso com o desastre em Mariana.
 
Presidente do Comitê Brasileiro de Barragens, Claudio Medeiros diz que o desastre de Mariana "fortaleceu a vontade de fazer com que a legislação funcione" e afastou empresas despreparadas.
 
Barragens em risco
           
 
Descrição: Barragens em risco




 


ItapebiAcontece com informação Folha de S. Paulo

Compartilhar

COMENTÁRIOS

Nenhum registro encontrado.




*Nota: O depoimento e comentário aqui postados são de inteira responsabilidade dos emitentes. Cabendo ainda os responsáveis pelo Site Itapebiacontece moderar as postagens.*

NOTÍCIAS

Bomba! Procurador pede rebaixamento do Vitória à Série B do Campeonato Baiano

Vitória além de encerrar a partida, prejudicou diretamente o Jequié e o Fluminense de Feira. Por essa razão,

ESPORTES, 22 de Fev de 2018

Uldurico Jr. nega interesse em migrar de partido: 'Eu nunca quis ir para o PR

"Eu nunca quis ir para o PR. Eu nunca pedi pra Ronaldo [Carletto] pra ir e Ronaldo nunca me convidou"

POLÍTICA, 22 de Fev de 2018

Jânio Natal reivindica pavimentação asfáltica em trecho da BA-275

O parlamentar observa que a Bahia depende prioritariamente de suas estradas para o deslocamento de pessoas e o escoamento da produção dos municípios. O Parlamentar fez a...

POLÍTICA, 22 de Fev de 2018

POLICIAIS FAZEM BUSCAS PARA PRENDER ESTUPRADOR EM ZONA RURAL DE BELMONTE

As ações vêm sendo realizadas na zona rural do município, local onde o investigado foi visto por populares em um cavalo “pedrês” (branco e preto).

REGIÃO, 22 de Fev de 2018

Autores de homicídio trocam tiros com PETO e RONDESP e quatro são mortos

De acordo com a Policia, as guarnições se deslocaram até o local, onde montaram cerco e após tentarem confirmar se existia alguém no imóvel, foram recebidos a bala....

REGIÃO, 22 de Fev de 2018

Ministro interino do Trabalho, Yomura é réu por furto de energia

Denúncia foi feita pelo Ministério Público do Rio, em 2014, e aceita pela Justiça no ano seguinte

BRASIL, 22 de Fev de 2018

Porto Seguro: Em confronto com a Polícia três mortos e três presos

Na casa havia mulheres e crianças, mas não ficaram feridos.

REGIÃO, 22 de Fev de 2018

Correios vão permitir rastreio de encomendas em tempo real

Na Bahia, 20% dos carteiros já receberam smartphones e não terão que voltar para atualizar status da entrega

OUTRAS NOTICIAS, 22 de Fev de 2018

Presidente do PV na Bahia, Uldurico Jr. sonda Carletto sobre possível ida para o PR

Os dois conversaram sobre a possibilidade de Uldurico migrar para a legenda, assim engrossando o grupo político que deve acompanhar Carletto na troca partidária.

OUTRAS NOTICIAS, 22 de Fev de 2018

Morro do Pai Inácio ganha escadaria para facilitar subida aos 1.150 m de altura

Intervenções foram realizadas pela prefeitura de Palmeiras, com autorização do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).(Foto: Adriano...

BAHIA, 22 de Fev de 2018

FALE CONOSCO

WhatsApp: (73) 8171-4770 Tel:(73) 8879-9975

Sem enquetes cadastradas

VÍDEOS

CANÔA SUISSA II
POSTADO: 09-12-2013 12:12

NOTAS SOCIAIS

  • DADOS DO MUNICÍPIO DE ITAPEBI

    Fundação 14 de agosto de 1958 (58 anos)- Gentílico- itapebiense Prefeito- Juarez da Silva Oliveira(Peba) (PP) (2017–2020)- Vice-prefeito – Claudio Henrique Ferreira de Carvalho (PR)- Câmara de Vereadores (09) - Herlemilson Caldas Pereira (PDT), Cleide Moreira do Nascimento (PTN), Cristiano Pereira da Silva (PRTB), Damiao Teixeira Silva (PRTB), Roberley Barbosa de Brito (PSL), Leonardo Ribeiro dos Santos (PSB), Paulo Henrique...


    Ver todas as notas
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • ...
  • 980