Após produção da Coronavac ser interrompida, Queiroga afirma: ‘É hora de união nacional’

Saúde
08 de Abril de 2021 08h04

Fabricação das vacinas do Butantan foi temporariamente paralisada por causa de falta de insumos, segundo anúncio nesta quarta-feira (7)

Twitter: @ItapebiAcontece

Em meio à escassez de insumos para fabricação da vacina Coronavac contra a Covid-19, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou esperar que o Butantan tenha a capacidade de produção de imunizantes restabelecida. O anúncio foi dado nesta quarta-feira (7).

A falta de IFA (Insumo Farmacêutico Ativo) pode impossibilitar a fabricação de cinco milhões de doses da Coronavac, metade do previsto para o mês.

“Dificuldade de vacina não é só no Brasil; é hora de união nacional”, afirmou Queiroga, após um jantar com empresários, ministros e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na noite desta quarta-feira, 7, em São Paulo. Ele reconheceu a dificuldade de se conseguir vacinas, mas apelou para os esforços diplomáticos.

Queiroga disse ainda ter ouvido dos empresários que eles trabalharam junto com o governo para modernizar o sistema de saúde.

 

ItapebiAcontece - ND+

Compartilhe por:

Envie um comentário:

*Nota: O depoimento e comentário aqui postados são de inteira responsabilidade dos emitentes. Cabendo ainda os responsáveis pelo Site Itapebiacontece moderar as postagens.*

Comentários

10 de Abril de 2021 12h04

Palmeiras maior campeão do Brasil, neste domingo quer aumentar galeria com a Supercopa

Verdão enfrenta o Flamengo neste domingo por título inédito, às 11h, em Brasília

09 de Abril de 2021 18h04

Eduardo Bolsonaro será denunciado por se referir às mulheres como ‘portadoras de vagina’

Joice Hasselmann afirmou que vai entrar com uma representação disciplinar no Conselho de Ética contra o parlamentar

09 de Abril de 2021 16h04

MP denuncia prefeito e vice por furar fila da vacinação

Promotor estipulou multa de dez vezes o valor do salário dos acusados