Ex-presidente da Vale é denunciado por homicídio doloso no caso de Brumadinho

Tragédia
21 de Janeiro de 2020 14h01

Outras 15 pessoas e as empresas Vale e TÜV SÜD também foram incluídas na denúncia do MPF

Twitter: @ItapebiAcontece

O ex-presidente da Vale, Fabio Schvartsman, outras 15 pessoas e as empresas Vale e TÜV SÜD foram denunciadas pelo Ministério Público de Minas Gerais por homicídio doloso. A força-tarefa investiga o rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, em 25 de janeiro de 2019, que deixou 270 vítimas.

De acordo com o G1, a denúncia foi remetida para a Justiça na manhã desta terça-feira (21). O MPF deve dar detalhes da denúncia em coletiva de imprensa.

A TÜV SÜD disse em nota que está cooperando com as autoridades e instituições brasileiras e alemãs. A Vale não se manifestou.

A tragédia de Brumadinho aconteceu na barragem I da Mina do Córrego do Feijão. Das 270 vítimas, 259 foram identificadas pela Polícia Civil de Minas Gerais. Os bombeiros seguem em busca, quase um ano depois, de ainda 11 desaparecidos.

 

ItapebiAcontece com Bahia.Ba

Compartilhe por:

Envie um comentário:

*Nota: O depoimento e comentário aqui postados são de inteira responsabilidade dos emitentes. Cabendo ainda os responsáveis pelo Site Itapebiacontece moderar as postagens.*

Comentários

29 de Março de 2020 12h03

Sobe para 147 casos confirmados de coronavírus na Bahia

Estes números contabilizam todos os registros de janeiro até as 11 horas deste domingo (29).

29 de Março de 2020 11h03

Mandetta: 'Estamos preparados para ver caminhões transportando corpos?'

Segundo Mandetta, a determinação de paralisação no País tem reduzido os casos de acidentes e traumas e, por consequência, mais leitos ficam disponíveis para outras situações

29 de Março de 2020 09h03

Bahia registra primeira morte por coronavírus; vítima tinha 74 anos

O estado de saúde dele era grave desde o início da internação.