Fux marca para quarta-feira definição do STF sobre liberação de cultos durante a pandemia

Justiça
05 de Abril de 2021 14h04

Corte havia definido que governadores e prefeitos têm prorrogativa para tomar medidas de restrição. No sábado, entretanto, ministro Nunes Marques decidiu que eles não podem proibir completamente cerimônias religiosas.

Twitter: @ItapebiAcontece

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, definiu que o plenário julgará na quarta-feira (7) uma posição definitiva a respeito da liberação ou não da realização de cultos e outras práticas religiosas presencialmente durante a pandemia da Covid-19.

O tema será o primeiro item da pauta do plenário e envolverá processo relatado pelo ministro Gilmar Mendes.

Conforme o blog já havia noticiado, Mendes avisou a interlocutores que iria indeferir nesta segunda-feira (5) um pedido do PSD para liberar cultos em São Paulo, e que vai levar o caso ao plenário (leia mais aqui).

No sábado (3), o ministro Nunes Marques determinou em caráter liminar (provisório) que estados, municípios e Distrito Federal não podem editar normas de combate à pandemia do novo coronavírus que proíbam completamente celebrações religiosas presenciais, como cultos e missas.

A decisão, criticada por gestores locais, foi comemorada por Jair Bolsonaro (sem partido) – Nunes Marques foi indicado para a corte pelo presidente.

No vídeo abaixo, veja como foi a celebração de Páscoa na Basílica de Aparecida, no interior de São Paulo, após a decisão de Nunes Marques:

Após decisão do STF, missa de Páscoa na Basílica de Aparecida (SP) foi celebrada com a presença de fiéis.

Após decisão do STF, missa de Páscoa na Basílica de Aparecida (SP) foi celebrada com a presença de fiéis.

Segundo o blog apurou, com a série de recordes de mortes por conta da Covid-19, ministros defendiam urgência do plenário ainda nesta semana para unificar uma decisão sobre o tema.

Nos bastidores, ministros do STF acreditam que a liberação terá maioria para ser vetada, já que a corte já decidiu que prefeitos e governadores têm prerrogativa para tomar medidas de restrição durante a pandemia.

 

ItapebiAcontece / Por Andréia Sadi - Cobre os bastidores de Brasília para o Jornal Hoje (TV Globo) e na GloboNews. 

 

 

Compartilhe por:

Envie um comentário:

*Nota: O depoimento e comentário aqui postados são de inteira responsabilidade dos emitentes. Cabendo ainda os responsáveis pelo Site Itapebiacontece moderar as postagens.*

Comentários

10 de Abril de 2021 12h04

Palmeiras maior campeão do Brasil, neste domingo quer aumentar galeria com a Supercopa

Verdão enfrenta o Flamengo neste domingo por título inédito, às 11h, em Brasília

09 de Abril de 2021 18h04

Eduardo Bolsonaro será denunciado por se referir às mulheres como ‘portadoras de vagina’

Joice Hasselmann afirmou que vai entrar com uma representação disciplinar no Conselho de Ética contra o parlamentar

09 de Abril de 2021 16h04

MP denuncia prefeito e vice por furar fila da vacinação

Promotor estipulou multa de dez vezes o valor do salário dos acusados