HISTÓRICO! FLUMINENSE VENCE O BOCA JUNIORS E É CAMPEÃO DA CONMEBOL LIBERTADORES 2023

Libertadores
05 de Novembro de 2023 11h11

Tricolor conquistou título inédito com vitória por 2 a 1 na decisão no Maracanã

Twitter: @arnaldofenix

Fotos: FLUMINENSE FOOTBALL CLUB

O grito que por tantos anos esteve entalado na garganta não está mais. Pode comemorar, torcedor tricolor! Você sonhou, profetizou e... realizou! Estava escrito: O FLUMINENSE FOOTBALL CLUB É O GRANDE CAMPEÃO DA AMÉRICA, que agora se veste de verde, branco e grená! Em uma tarde histórica no Maracanã, daquelas que para sempre serão lembradas, o Time de Guerreiros venceu o Boca Juniors (ARG) por 2 a 1, com gols de Germán Cano e John Kennedy, e conquistou o inédito e tão desejado título da Conmebol Libertadores 2023.

Agora campeão da Libertadores, o Fluminense volta a campo na próxima quarta-feira (08/11), pelo Campeonato Brasileiro. Quis o destino que o adversário fosse o Internacional, em pleno Beira-Rio. Foi contra o time gaúcho, neste mesmo palco, que o Tricolor protagonizou um jogo épico que lhe garantiu uma vaga na final contra o Boca Juniors. A partida, válida pela 33ª rodada, será às 19h.

MUNDIAIS

Com o título, o Fluminense do técnico Fernando Diniz carimbou o passaporte para duas edições do Mundial de Clubes da Fifa. A primeira delas será disputada ainda este ano, entre os dias 12 e 22 de dezembro, na Arábia Saudita. O torneio terá o formato atual com sete clubes, entre eles o Manchester City, da Inglaterra, campeão da Liga dos Campeões da Europa. O Time de Guerreiros entrará diretamente na semifinal, em que enfrentará o vencedor do confronto entre Al-Ahly (Egito) e o ganhador de Al-Ittihad (Arábia Saudita) e Auckland City (Nova Zelândia).

O outro Mundial será em 2025, na primeira edição com o novo formato, com 32 clubes. O torneio será disputado nos Estados Unidos como evento-teste para a Copa do Mundo de 2026. Para este torneio, já estão classificados times como Chelsea (ING), Real Madrid (ESP) e Manchester City (ING).

A conquista da glória eterna garantiu ainda um lugar para o Fluminense na grande final da Recopa Sul-Americana, que será disputada no início do ano que vem, em jogos de ida e volta, contra a LDU, que venceu a Conmebol Sudamericana.

PRIMEIRO TEMPO

O Fluminense iniciou a partida com domínio absoluto da posse de bola, trocando passes buscando romper a barreira defensiva do adversário. A primeira finalização tricolor saiu aos 13 minutos. Marcelo cobrou falta na área, Cano cabeceou e o goleiro defendeu. Aos 20, Arias recebeu de Keno e ajeitou com estilo para Cano, que bateu sem muito perigo. O Fluminense seguiu pressionando e voltou a finalizar aos 34, com Nino, de cabeça, após escanteio cobrado por Marcelo.

A insistência tricolor foi premiada aos 35. Keno tabelou com Arias, foi à linha de fundo e rolou para trás. Cano, sempre ele, estufou a rede e abriu o placar no Maracanã. No embalo da torcida, o Fluminense seguiu no ataque e levou perigo mais uma vez aos 40. Marcelo recebeu na intermediária, carregou e soltou a bomba, mas a bola acabou subindo.

SEGUNDO TEMPO

A equipe voltou para a segunda etapa controlando as ações e assustou aos 9 minutos. Keno escapou pela direita e cruzou rasteiro para a área, mas Arias não alcançou e o goleiro interceptou antes que a bola chegasse até Cano. Aos 23 minutos, após bela troca de passes, André recebeu na altura da meia-lua e arriscou de esquerda, obrigando o goleiro a trabalhar. Apesar do amplo domínio do Flu, o Boca chegou ao empate aos 27, com Advíncula. Aos 40 minutos, Arias roubou a bola no meio e deixou com John Kennedy. O camisa 9 bateu, mas a bola desviou no meio do caminho e sobrou para o goleiro. Aos 49, Lima tocou na medida para Diogo Barbosa, que ajeitou e bateu cruzado para fora.



PRORROGAÇÃO

Logo no primeiro lance, André lançou John Kennedy, que invadiu a área, mas acabou cercado por três defensores. No lance seguinte, Keno recebeu de Arias e bateu colocado de fora da área, mas o goleiro defendeu. Aos 9 minutos, Diogo Barbosa lançou Keno, que ajeitou de cabeça para John Kennedy soltar a bomba e colocar o Fluzão na frente de novo. Aos 9 do segundo tempo, Arias puxou contra-ataque, tabelou com Cano e lançou Guga, que acertou a trave.

FICHA TÉCNICA

Conmebol Libertadores – Final
04/11/2023, 17h – Maracanã

Boca Juniors-ARG (1)
Sergio Romero; Advíncula, Figal (Valdez), Valentini e Fabra; Medina (Taborda), Pol Fernández, Ezequiel Fernández (Saracchi) e Barco (Langoni); Merentiel (Lucas Janson) e Cavani (Benedetto). Técnico: Jorge Almirón

Fluminense (2)
Fábio; Samuel Xavier (Guga), Nino, Felipe Melo (Marlon) e Marcelo (Diogo Barbosa); André, Martinelli (Lima) e Paulo Henrique Ganso (John Kennedy); Jhon Arias, Keno (David Braz) e Germán Cano. Técnico: Fernando Diniz

Arbitragem: Wilmar Roldán (Colômbia), auxiliado por Alexander Guzman (Colômbia) e Dionisio Ruiz (Colômbia). O árbitro de vídeo foi Juan Lara (Chile)

Gols: Advíncula (2T 27’) (BOC); Cano (1T 35’), John Kennedy (1T P 9’) (FLU)

Cartões amarelos: Cavani, Figal, Langoni (BOC); Keno, John Kennedy (FLU)

Cartões vermelhos: Fabra (BOC); John Kennedy (FLU)

 

ItapebiAcontece / Oficial Fluminense Football Club

Compartilhe por:

Envie um comentário:

*Nota: O depoimento e comentário aqui postados são de inteira responsabilidade dos emitentes. Cabendo ainda os responsáveis pelo Site Itapebiacontece moderar as postagens.*

Comentários

19 de Julho de 2024 11h07

POLÍTICA LOCAL: Às vésperas de convenções partidárias, saiba qual o cenário eleitoral na disputa pela prefeitura de Itapebi

O Site ItapebiAcontece analisa, os – até agora declarados pré-candidatos Isan Botelho e Norma Queiroz.

19 de Julho de 2024 10h07

Sentir a terra tremer relata morador: São Paulo registra abalos após terremoto no Chile

Abalo foi relatado momentos após um forte terremoto na região de Antofagasta, no Chile; Veja Vídeo.

19 de Julho de 2024 09h07

Apagão cibernético global paralisa voos e afeta TVs, bancos e hospitais

Falha generalizada começou após o mal funcionamento de um antivírus corporativo usado em grandes estruturas digitais