Itapebi; quadrilha junina ‘Cangaceiros de Maria Bonita’ mais uma vez dá show para a comunidade na Praça Fênix

FESTA - ITAPEBI
23 de Junho de 2022 09h06

Mais uma vez a competentíssima coreógrafa e marcadora, Ediane, deu um show no comando da quadrilha

Twitter: @ItapebiAcontece

Fotos: Arnaldo Alves / ItapebiAcontece

Com a facilidade de aproximar estudantes, profissionais da educação e moradores da cidade de Itapebi, município do extremo sul baiano, a festa junina integra o colégio Clovis Stolze e transforma a quadra de esportes da Praça Fênix num ambiente de lazer e valorização cultural com a apresentação da quadrilha “Cangaceiros de Maria Bonita”.

Na última terça-feira (21), a quadra da Praça Fênix recebeu um dos seus maiores públicos que chegaram de todos os pontos da cidade  “lotando” as arquibancadas, bem como todos os lados da quadra onde a escola da rede pública estadual Clovis Adolpho Stolze promoveu sua festa junina .

Antes do inicio da apresentação da quadrilha, estudantes, pais de alunos e profissionais da unidade de ensino se mobilizaram para uma aula pública sobre a cultura dos festejos juninos, abordando temas como comidas típicas, figurinos, danças, ritmos e até sobre os dois últimos anos interrompidos os festejos por conta da pandemia do Covid-19 (coronavírus). Na oportunidade foi anunciado os números atuais da pandemia no País.

A marcadora da quadrilha, Ediane, já há algum tempo dedica boa parte do seu tempo antes dos festejos Juninos para ensaios  da melhor quadrilha da região a “Cangaceiros de Maria Bonita”  Ele informou que é uma forma de expressão cultural dos jovens itapebiense.  “Estamos há alguns anos como marcadora e tem sido muito boa essa experiência, porque a gente aprende muito com a quadrilha, e ela integra os estudantes”.

Ao ItapebiAcontece o Professor Reginaldo Silva Ribeiro comentou;  “Me surpreendeu a quantidade de pessoas que garantiram seus lugares na arquibancada e no entorno da quadra. Muito lindo mesmo”.  “Oxalá, tomara que esse evento se prolongue até uns 20 anos para ser considerada uma tradição local, assim como o bloco carnavalesco do Rasga-Rasga”. Concluiu.

Já a estudante de direito Maria Eduarda Cavalcante Alves, 23 anos, que estava na arquibancada assistindo a apresentação acompanhada da mãe da amiga Jennifer disse; “A quadrilha junina é muito envolvente, tem dança e faz parte da cultura do nosso Estado. Eu acho linda!”.

 “Eu amo quadrilha, porque é um evento muito legal que mostra a nossa cultura do Norte, do Nordeste do Brasil e, principalmente, da Bahia”, disse  a Agente comunitária de saúde Maria Elisabete Cavalcante Bezerra de 56 anos.

Os ensaios são feitos na quadra de esportes, onde os ex-alunos e alunos do colégio Clovis se esmeram para assimilar a coreografia, em sintonia com uma trilha sonora que inclui músicas típicas juninas e algumas surpresas guardadas para o dia da exibição da “Quadrilha”. ‘Os cangaceiros de Maria Bonita’.

Galeria de fotos; clic e se veja aqui

ItapebiAcontece

Compartilhe por:

Envie um comentário:

*Nota: O depoimento e comentário aqui postados são de inteira responsabilidade dos emitentes. Cabendo ainda os responsáveis pelo Site Itapebiacontece moderar as postagens.*

Comentários

  • Nome: Edson Satiles
  • Comentário: Parabéns a todos. mais não podemos deixar de dá os parabéns principal a responsável por tudo Ediane parabéns mais uma vez.

06 de Julho de 2022 17h07

Aumento de casos de Covid-19 já está acontecendo nos municípios da região das cidades que promoveram festejos Juninos no extremo sul baiano

Cidades como Itapebi, Itagimirim, Belmonte, Porto Seguro, Itabela circunvizinhas de Eunápolis aumentaram de forma acentuada os números de casos por contaminação pelo Covid-19.

06 de Julho de 2022 17h07

Gasolina terá queda de R$ 1,55 por litro com cortes de impostos, diz governo

Segundo o Ministério de Minas e Energia, na primeira semana de corte de impostos federais, a queda média foi de R$ 0,26 por litro

06 de Julho de 2022 16h07

Após 25 anos, Casagrande é demitido da Globo e desabafa: ‘Alívio’

“Vou seguir a minha estrada”