Líder da PM baiana diz que governador já financiou greve em 2001

Geral
06 de Fevereiro de 2012 10h02

Marco Prisco acusa Jaques Wagner e outros petistas de participarem de esquema em 2001

 

SALVADOR - Apontado como líder da greve dos PMs baianos, o presidente da Associação de Policiais, Bombeiros e seus Familiares da Bahia (Aspra), soldado Marco Prisco, disse que o governador Jaques Wagner, quando ainda era deputado federal, participou com outros parlamentares do PT e de partidos da base do esquema de financiamento da paralisação dos policiais militares do estado em 2001. Ele acrescentou que o Sindicato dos Químicos e Petroleiros da Bahia, que tinha na direção o atual presidente da Petrobras, Sergio Gabrielli, alugou e cedeu, na época, seis carros para garantir a greve na Bahia, onde diz que foi preseguido e ameaçado de prisão pelo então governador carlista Cesar Borges.

 

O motorista que me levou para Brasília era um funcionário do sindicato, Nelson Souto. Na capital, foi recebido pelo então senador petista Cristóvam Buarque - disse.

Prisco disse que, além de Jaques Wagner, teriam apoiado e contribuído para a greve de 2001 os parlamentares Nelson Pellegrino (PT), Moema Gramacho (PT), Lídice da Mata (PSB), Alceu Portugal (PCdoB), Daniel Almeida (PCdoB) e Eliel Santana (PSC). Segundo ele, a ajuda garantiu a estrutura necessária ao movimento, incluindo o fornecimento de alimentação para os grevistas.

Fonte O Globo

Compartilhe por:

Envie um comentário:

*Nota: O depoimento e comentário aqui postados são de inteira responsabilidade dos emitentes. Cabendo ainda os responsáveis pelo Site Itapebiacontece moderar as postagens.*

Comentários

05 de Abril de 2020 20h04

91 cidades baianas oferecem alto risco de propagar novos casos da doença, diz estudo

Salvador, Feiras de Santana, Alagoinhas, Barreiras, Ilhéus, Itabuna e Vitória da Conquista aparecem na lista como potenciais vetores

05 de Abril de 2020 13h04

Bahia registra 401 casos confirmações do novo coronavírus

Até o momento, 1914 casos foram descartados e houve nove óbitos, sendo sete de residentes em Salvador, um em Utinga e outro em Itapetinga. Este número contabiliza todos os registros de janeiro até as 12 horas de hoje.

04 de Abril de 2020 18h04

COM APOIO DE JÂNIO NATAL, ASSEMBLEIA APROVA MAIS DOIS PROJETOS CONTRA O CORONAVÍRUS

A isenção vale pelo período de 90 dias e garante, aos mais humildes, a água necessária à higiene, que protege contra o vírus.