MPT diz que prefeitura de Itamaraju contratou empresa de “fachada” para transporte escolar

Região
13 de Fevereiro de 2020 20h02

A informação está escrita na Ação Civil Pública movida contra a empresa LN Serviços, que pertence ao vice-prefeito da cidade de Santa Luz, Márcio Evangelista.

Twitter: @ItapebiAcontece

Imagem: Reprodução

Uma investigação do Ministério Público do Trabalho (MPT) concluiu que a prefeitura de Itamaraju, situada do extremo sul da Bahia, contratou uma empresa de “fachada” para realizar o transporte escolar na cidade. A informação está escrita na Ação Civil Pública movida contra a empresa LN Serviços, que pertence ao vice-prefeito da cidade de Santa Luz, Márcio Evangelista.

Segundo o documento, a LN não possuía nenhum funcionário registrado quando iniciou as operações em Itamaraju, no ano de 2017. Ainda de acordo com o texto, apesar de fundada em 2010, apenas em janeiro de 2018 a empresa teria contratado dois trabalhadores.

Imagem: Reprodução

 

 

Procurada pelo BNews, a LN Serviços negou as acusações e afirmou que a empresa poussui mais de 70 colaboradores contratados. A empresa afirmou ainda que pretende aumentar em breve o quadro de funcionários.

BNews entrou em contato também com o prefeito de Itamaraju, Marcelo Angênica (PSDB), que disse que a empresa contratada é uma das maiores da Bahia, prestando serviço a 14 municípios. “Se a empresa tiver alguma irregularidade, não tem nada a ver com a prefeitura”, afirmou o prefeito.

O caso continua sendo investigado pelo Ministério Público do Trabalho.

 

Por: BNews

Compartilhe por:

Envie um comentário:

*Nota: O depoimento e comentário aqui postados são de inteira responsabilidade dos emitentes. Cabendo ainda os responsáveis pelo Site Itapebiacontece moderar as postagens.*

Comentários

29 de Março de 2020 12h03

Sobe para 147 casos confirmados de coronavírus na Bahia

Estes números contabilizam todos os registros de janeiro até as 11 horas deste domingo (29).

29 de Março de 2020 11h03

Mandetta: 'Estamos preparados para ver caminhões transportando corpos?'

Segundo Mandetta, a determinação de paralisação no País tem reduzido os casos de acidentes e traumas e, por consequência, mais leitos ficam disponíveis para outras situações

29 de Março de 2020 09h03

Bahia registra primeira morte por coronavírus; vítima tinha 74 anos

O estado de saúde dele era grave desde o início da internação.