Camacã; familiares e amigos de nutricionista morta a tiros em assalto fazem protesto e pedem justiça

Região
11 de Março de 2020 20h03

Caso aconteceu na cidade de Camacã, sul da Bahia. Protesto foi realizado no município de Pau Brasil.

Imagens Reprodução

Nutricionista de 25 anos é morta a tiros durante assalto a sítio no sul da Bahia — Foto: Arquivo pessoal

 

Familiares e amigos da nutricionista Luma Layne Fernandes  Silva, de 25 anos, que foi morta em dezembro do ano passado, na cidade de Camacã, sul da Bahia, fizeram um protesto na tarde desta quarta-feira (11), pelas ruas de Pau Brasil, que fica a 25 km do município onde a vítima foi assassinada.

Os parentes de Luma cobram justiça pela morte da jovem. O caso é tratado pela delegacia da cidade como latrocínio – que é o roubo seguido de morte. No dia do crime, Luma estava em um sítio com o marido, quando homens armados invadiram o local e fizeram o casal refém.

O marido da vítima foi espancado, levou uma coronhada na cabeça e teve ferimentos nos pés, pernas, barriga e nas mãos. Luma Layne foi baleada na barriga e morreu ainda no local. Na fuga, os suspeitos levaram o carro do casal, um celular e outros objetos do sítio da família.

Na época do crime, um dos suspeitos foi morto em confronto com a polícia e outros dois homens foram presos. Em depoimento, um dos presos disse para a polícia que conhecia o marido da vítima e que o objetivo era roubar o carro do casal.

Por: G1

Compartilhe por:

Envie um comentário:

*Nota: O depoimento e comentário aqui postados são de inteira responsabilidade dos emitentes. Cabendo ainda os responsáveis pelo Site Itapebiacontece moderar as postagens.*

Comentários

19 de Setembro de 2020 13h09

HOMEM É PRESO SUSPEITO DE ABUSAR DE CRIANÇA DE OITO ANOS NA CIDADE BAIXA EM ITAPEBI

O suposto molestador foi encontrado em sua casa e foi conduzido para a delegacia

19 de Setembro de 2020 08h09

Mundial de Clubes não será realizado este ano

stava agendado para dezembro, como é habitual, mas Gianni Infantino afirmou esta sexta-feira que não será disputado o Mundial de Clubes em 2020. O presidente da FIFA falou após a realização do 70.ª edição do congresso anual e explicou o porquê desta tomad

19 de Setembro de 2020 02h09

Primeira onda da covid-19 deve acabar em outubro, diz estudo da UFF

No Brasil e no hemisfério sul o pesquisador aponta que, se houver uma nova onda, ela será a partir da metade de março de 2021 e terá menor intensidade.