Julgamento de Bruno, ex-goleiro do Flamengo, começa nesta segunda

Geral
03 de Março de 2013 21h03

Advogado não dá como certa a utilização da tese, mas garante que vai manter a versão de que Bruno não é o mandante

Twitter: @ItapebiAcontece

O goleiro Bruno Fernandes de Souza poderá confessar, pela primeira vez, que sabia da morte de Eliza Samudio. Deverá alegar, porém, que seu ex-assessor Luiz Henrique Romão, o Macarrão, planejou todo o crime sozinho. É essa a estratégia que seu principal advogado, Lúcio Adolfo da Silva, indica que deverá adotar no julgamento que terá início amanhã.

Ele não dá como certa a utilização da tese, mas garante que vai manter a versão de que Bruno não é o mandante. A defesa de Bruno se complicou desde novembro, quando Macarrão confessou o assassinato de Eliza e apontou seu ex-patrão como o mentor do crime.

Para o Ministério Público, a confissão de Macarrão, embora parcial (não quis entregar o assassino), só reforçou a tese sustentada desde o começo de que Bruno é o mentor do crime.

A Promotoria vê a condenação como certa. Para advogados envolvidos no caso, essa delação é o principal indício contra Bruno. Até então, o que mais pesava contra Bruno era o fato 

Itapebiacontece

Compartilhe por:

Envie um comentário:

*Nota: O depoimento e comentário aqui postados são de inteira responsabilidade dos emitentes. Cabendo ainda os responsáveis pelo Site Itapebiacontece moderar as postagens.*

Comentários

18 de Maio de 2024 12h05

Tony Ramos se recupera bem após cirurgia, diz Denise Fraga: "Está falando e fazendo piada"

Ator foi internado na quinta-feira (16) e precisou passar por procedimento após sofrer sangramento no cérebro

18 de Maio de 2024 11h05

Fim da linha? Como fica a situação de Gabigol no Flamengo

Atacante foi multado e teve a camisa 10 retirada como punição pela foto que viralizou vestindo o uniforme do Corinthians

18 de Maio de 2024 11h05

Brasil tem 1.942 cidades com risco de desastre ambiental

Levantamento deve subsidiar obras previstas para o Novo PAC